Alguém Tem Que Morrer – Um Ensaio Sobre o Desequilíbrio

Depressão e Câncer.

Os dois maiores flagelos da sociedade na atualidade.

Algo que tem preocupado profundamente, pois são os males que mais matam no mundo todo!

A ciência tem se dedicado a encontrar a cura para cada um desses males, e muitos dizem que esses tratamentos já são realidade.

Mas qual é a real causa desses males?  Será que alguém já parou para pensar nisso?  E qual seria a principal razão da enorme ocorrência desses males?  Porque não adianta nada descobrirmos a cura para esses males, se no dia a dia não nos preocupamos em eliminar a causa deles.  Se podemos evitá-los, por que se preocupar com a cura?

Se a causa não for eliminada, sempre haverá o risco do mal voltar a nos acometer.

Então qual seria a causa?

Estamos entrando em uma Nova Era na evolução da humanidade, e o que marca esse novo ciclo de existência é a espiritualização da humanidade.  O Ser Humano está entrando na Era do Espírito, com a consciência de ser muito mais do que só um corpo de matéria.  Na verdade a ciência já vem descobrindo que a própria matéria é feita de Energia, e essa energia pode ser transformada.

Uma nova e mais elevada Consciência está se formando!

Mas se somos energia, significa que essa consciência espiritual pode comandar e modificar o nosso corpo.  E por que não fazemos isso?  Qual o significado maior dessas doenças?  O que nos falta compreender para tomarmos controle sobre isso?

Se é o Espírito que controla a matéria, porque ainda não eliminamos as doenças dos nossos corpos?  E o que significam, metafisicamente falando, essas doenças?

O Câncer representa a morte do corpo.  Mas de que forma?  Se somos energia, isso significa que essa energia está sendo bloqueada de alguma forma, e esse bloqueio se origina na nossa mente.

Oposto a isso, a Depressão representa a morte da alma.  E mais uma vez, trata-se de uma outra energia que está sendo bloqueada em nossa mente.

“Não acredito!  Isso tem fatores genéticos que geram esse mal!”

Sem dúvida!  E quem disse que não temos controle sobre esses fatores?  Será que somos mesmo reféns desses fatores?  Será que esses fatores não podem ser modificados?

Independente se estamos falando de Câncer ou Depressão, os fatores genéticos dessas doenças podem ser modificados, serem reprogramados.   E a resposta disso está no nosso Espírito, na nossa consciência.

“Isso é um absurdo!”

Será?  Vamos pensar um pouco e analisar todo o sistema de crenças desenvolvido pela sociedade, a programação a qual somos obrigados a nos submeter desde que entramos em idade escolar e começamos a ser doutrinados pelo sistema de ensino, pelas crenças religiosas, pela programação imposta pelos pais, psicólogos, professores, e até mesmo pelas pessoas com as quais convivemos e tentamos nos adequar ao convívio, ao longo de toda a nossa existência.

Se analisarmos toda a história comportamental da humanidade, e considerando o advento da Revolução Sexual da década de 60, observamos a formação de duas correntes de pensamento em separado, que tem entrado em conflito desde que houve essa revolução.

Por um lado temos aquilo que vou chamar de “correntes religiosas”, lideradas pela Igreja Católica Apostólica Romana, mas não vou me limitar a ela, pois todas as outras religiões que surgiram posteriormente seguiram a mesma linha de raciocínio, ou semelhante.  Essas correntes instituíram que o Sexo era pecado, que a Sexualidade Humana era suja, demoníaca, pervertida.  E muitas correntes religiosas seguiram essa mesma linha de pensamento, e disso não se isentam as correntes Budistas e de Espiritismo.

Definiram que a energia sexual era dispensável, instintiva, inferior e que deveria ser dominada, senão eliminada por completo.  O Celibato era a palavra de ordem, e ainda hoje isso é defendido por muitos que sejam espiritualizados de alguma forma.

Assim sendo, instituíram a aniquilação das necessidades primordiais da nossa natureza humana, promovendo assim o bloqueio das nossas energias sexuais genésicas.

Sexo não é vida?  E por que renegar isso?  Alguns diriam que é desperdício de energia.

Segundo as leis da Física, energia não se perde, ela simplesmente se transforma.  Observe um motor, por exemplo, em movimento, e faça com que ele pare, subitamente.  Me diga se a carcaça dele não irá se tornar extremamente quente, a ponto de poder provocar queimaduras!  Isso acontece porque a energia cinética do giro do motor se converteu em calor, desta forma promovendo o superaquecimento do mesmo.

Com o nosso corpo não é diferente.  Nenhuma energia é desperdiçada, ela apenas se transforma.  Agora imagina toda aquela energia que é gerada quando se sente a enorme vontade de agarrar alguém, de desejá-la, o calor que sobe pelo corpo, todo o processo químico que causa a nossa excitação, a reação do nosso organismo a isso.  Isso acontece com todos, sem distinção!

O que acontece se bloqueamos toda essa energia?

Um motor foi projetado para se movimentar, girar.  O que acontece quando ele deixa de cumprir as suas funções?  Se abandonamos esse motor sem uso, ele começa a se enferrujar, começa a condensar umidade dentro dele, a lubrificação se torna ressecada.  Depois de anos sem uso, quando tentamos usar esse motor, ele simplesmente não roda, não funciona mais.  Suas engrenagens enferrujam, o eixo fica travado, o sistema elétrico pode queimar.  E o que você tem?  Um motor morto, que não serve para mais nada!

Analise as estatísticas das pessoas que desenvolvem câncer, e correlacione com o perfil psicológico dessas pessoas.  A grande maioria delas eram pessoas ditas “espiritualizadas”.  Engrandeceram o Espírito, mas mataram o corpo, porque promoveram o bloqueio de suas energias sexuais.

Mas estavam espiritualizadas, já estavam preparadas para o desencarne, não é verdade?

Eu vejo pessoas que escolheram a morte, a viver.  Triste isso.  Podem ter feito muito, ajudado muita gente, amaram imensamente, mas se esqueceram de amar a pessoa mais importante da vida delas: ela mesma.  Esqueceram de ter Amor Incondicional pelo próprio corpo.  E o corpo morre.

Vamos a outra ponta dessa balança!  Vamos considerar agora a pessoa que viveu para a matéria, para os prazeres, para viver a vida pura e simplesmente.  Aquela que simplesmente quer distância de valores espirituais, que a simples menção de “Amor” ou “Deus” lhes causa pavor ou aversão.

Energia sexual solta, embora mal aproveitada.  Totalmente desequilibrada!  Praticamente viveu para os prazeres da carne!  Um legítimo filho da revolução sexual.  Teve tudo que o dinheiro podia comprar: imóveis, carros, viagens luxuosíssimas, estadias nos hotéis mais caros do mundo, e…

Sexo!  Viveu para o sexo.  Nunca se casou com ninguém!  Viveu a vida ao seu máximo.  Experimentou todas as modalidades sexuais com inúmeras pessoas diferentes.  Não vou considerar aqui se estamos falando de um homem ou de uma mulher, isso é completamente irrelevante!  Vamos simplesmente considerar que viveu a vida intensamente.

Mas nunca amou.  Nunca soube o que era amar.  Nunca se ligou espiritualmente a nenhum ser.  Pode ter tido algumas paixões, pessoas que mexeram com essa pessoa de forma mais profunda, mas nunca se deixaram levar por esses sentimentos de fraqueza, na visão dessa pessoa.

Temos aí a energia do Amor totalmente bloqueada.  Também é uma energia inerente nossa.  Temos a necessidade de amar!

Mas uma pessoa dessas ama a si mesmo, antes de mais nada, e suas posses.  E para ela isso já basta!  Amar pessoas?  Isso é perda de tempo, e dinheiro!

Voltamos ao exemplo do motor sem uso, que eventualmente pára de funcionar.  Claro que é um outro tipo de energia bloqueada, e por isso gera um tipo diferente de mal.

Pode ver!  Compare as estatísticas das pessoas que sofrem de depressão, e compare com o perfil psicológico dessas pessoas.  O bloqueio da energia amorosa é que gera a depressão.  Essa pessoa vai morrer sozinha, sem ninguém por perto, mesmo que tenha constituído família!  Mas nunca verdadeiramente valorizou essa família, mas sim seus bens materiais, e provavelmente seu trabalho acima de tudo.  E, certamente, atraiu para si pessoas que pensavam da mesma forma, e só queriam saber dos bens materiais que eles pudessem sugar dessa pessoa!

Dois pesos, duas medidas.  Dois flagelos diferentes.

Onde está o “Equilíbrio” defendido pelo Buda?  Onde está o “Meio Termo”?

O “Evangelho Segundo o Espiritismo”, de Alan Kardec, tem a seguinte passagem: “Aqui, dois sistemas se defrontam: o dos ascetas, que querem aniquilar o corpo, e o dos materialistas, que negam a alma. Dois sistemas igualmente constrangedores, tão insensatos, tanto um quanto o outro.  Ao lado destas grandes correntes de pensamento, há um grande número de indiferentes que, sem convicção e sem afeições, amam com frieza e não sabem se divertir. Onde, pois, está a sabedoria? E a ciência de viver? Em nenhum lugar.  Este problema ficaria inteiramente sem ser resolvido se o Espiritismo não viesse em ajuda dos pesquisadores, demonstrando-lhes as relações que existem entre o corpo e a alma, comprovando que são necessários um ao outro e é preciso cuidar de ambos.  Amai, pois, vossa alma, mas cuidai também do corpo, instrumento da alma.  Desconhecer as necessidades que a própria Natureza indica é desconhecer a Lei de Deus.  Não castigueis vosso corpo pelas faltas que o vosso livre-arbítrio o induziu a cometer, e das quais é tão responsável quanto um cavalo mal guiado o é pelos acidentes que causa.  Sereis, por acaso, mais perfeitos se, ao martirizar o vosso corpo, continuardes egoístas, orgulhosos e sem caridade para com o vosso próximo?  Não, a perfeição não está nisso.  Ela se encontra nas reformas a que submeterdes o vosso Espírito: dobrai-o, subjugai-o, humilhai-o, dominai-o, este é o meio de torná-lo dócil à vontade de Deus e o único que conduz à perfeição.”

O Câncer desaparecerá por completo deste planeta quando aprendermos a não só respeitar nosso corpo e suas energias e necessidades, mas também amá-lo Incondicionalmente.  E a Depressão também desaparecerá por completo quando aprendermos que o Amor é uma energia como outra qualquer, e que ela precisa fluir entre tudo e todos!

Porque ninguém tem que morrer, nem o Corpo e nem a Alma.  A Nova Era demanda que encontremos o ponto de equilíbrio entre os dois, e disso faz parte Amar nosso corpo, agradecer por ele, respeitar o fluxo de suas energias sexuais e genésicas, e Amar nosso próximo, da mesma forma que conseguirmos Amar Incondicionalmente a nós mesmos, de Corpo e Alma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Home - Energetic Synthesis

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

Wake Up World

It's Time to Rise and Shine

How To Exit The Matrix

We are identifying the composition of the matrix and dissolving it!

The Jeshua Channelings

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

Jennifer Crokaert Ph.D.

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

BLOG RSS

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

Welcome to Brenda's Blog

Helping others access and implement new creative skills.

Mónica Esgueva

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

Nudez & Masturbação

Quebrando paradigmas, este site visa fazer luz sobre esses dois temas tão polêmicos, mas que constituem o grande segredo da longevidade, saúde e vida plena.

Caroline Oceana Ryan

Just another WordPress.com site

Nude and Happy

A Unique Art of Living

Frequency Writer

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

The Creator Writings

transcribed by Jennifer Farley, ThetaHealing Instructor/Practitioner

Zorra of Hollow Earth

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

Gavetas da Alma

Sobre as pequenas coisas e momentos que guardamos em nós.

Mensagens dos Anjos, os Sinais da Nova Era

O significado dos números repetidos 1111, 222, 333, 1515, 2323 e outras sequências de números

Despertando

Sobre espiritualidade, minhas experiências e estudos.

Confident Lovers

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

%d blogueiros gostam disto: