A Verdade nos Filmes – Parte 2

07 – O Exterminador do Futuro – 1984

Título Original: The Terminator

Diretor: James Cameron

Atores: Arnold Schwarzenegger, Linda Hamilton, Michael Biehn, Lance Henriksen

511534430-arnold-schwarzenegger-diz-estar-ansioso-para-6-ext_77hw

Continuando a nossa lista de filmes que sempre tentaram nos mostrar ao menos o perigo das escolhas que estávamos fazendo, na famosa linhagem dos filmes catástrofe, encontramos essa pequena pérola do cinema de baixo orçamento, também carinhosamente conhecido como “Filmes B”, chamada “O Exterminador do Futuro”.  Claro que esse nome se tornou uma marca de uma franquia que rendeu muitos milhões de dólares ao genial diretor/idealizador James Cameron, também graças ao carisma do eterno ator canastrão Arnold Schwarzenegger que aqui encontrou o papel da sua vida, onde ele entra mudo, sai calado, e no meio do filme pronuncia um singelo “I’ll be back!”

Brincadeiras à parte, a verdade é que esse filme que mistura Ficção Científica, com lances de viagem no tempo, ação incessante do início ao fim, e um suspense de deixar qualquer um grudado na cadeira, trás em si um importante alerta para o perigo do possível uso excessivo da tecnologia, para que ela se torne auto-suficiente, naquilo que convencionou-se chamar de “Inteligência Artificial”.

Temos a história de uma simples garçonete de cafeteria, que de repente se vê perseguida por dois viajantes do tempo que aparecem do nada, sendo que um quer matá-la a todo custo, e o outro veio do futuro com a importante missão de salvá-la daquilo que depois se revela uma máquina em forma de homem, com inteligência própria, com a simples programação de “exterminá-la”.  Seu pecado?  Dar à luz ao futuro líder da resistência dos humanos, que lutam incansavelmente para se defenderem de uma rede internacional de computadores, também conhecida pelo nome de “Skynet”, que adquiriu consciência, e agora usa todos os recursos tecnológicos disponíveis para exterminar a raça humana.

Claro que ainda hoje, mais de 30 anos depois da idealização desse filme, ainda não tivemos efetivamente uma “rebelião das máquinas” como o filme sugere.  Mas a Inteligência Artificial já é uma realidade em várias instâncias, e isso é algo que pode ser muito preocupante.  Sabemos hoje que existem Inteligências Artificiais controlando a atividade econômica global, controlando o fluxo de notícias que são divulgadas no mundo todo, até mesmo controlando linhas de produção de fábricas.

O recado foi dado!

08 – Força Sinistra – 1985

Título original: Lifeforce

Diretor: Tobe Hooper

Atores: Steve Railsback, Peter Firth, Mathilda May, Patrick Stewart, Frank Finlay

0prE-Hc-MYj0kEyu7

A década de 80 foi marcada por uma certa profusão de filmes de ficção científica ambientados no espaço.  Tudo graças ao enorme sucesso de Star Wars nos cinemas.  Nesse sentido, além de séries baseadas em variações dessa história original, houveram também adaptações a outros gêneros, como foi o gênero terror.

Os vampiros sempre constituíram uma representação à parte dos extraterrestres reptilianos, encabeçados pelo lendário Conde Drácula, um romance de Bram Stoker baseado na vida de um certo príncipe da Valáquia, província histórica da Romênia, chamado Vlad Tepes, que segundo a lenda era um empalador extremamente cruel.  Lutou contra a dominação do Império Otomano em sua região.

Lendas à parte, e aproveitando a passagem do famoso cometa de Halley, esse filme de 1985 acabou se mostrando mais uma tentativa de alertar a todos de que os verdadeiros vampiros vieram do espaço, na forma de seres que se disfarçam de humanos para poder consumir sua energia vital, transformando suas vítimas em zumbis descerebrados.  Tudo por conta da descoberta de uma nave espacial escondida no rastro do cometa, que é abordada por astronautas em missão no espaço.  Eles encontram corpos em forma humana e resolvem trazê-los para a superfície terrestre, o que desencadeará o verdadeiro apocalipse na Terra!

Claro que a história é muito mais fantasiosa do que propriamente algo produzido para trazer alguma verdade.  Mas a semelhança dos vampiros em sua forma original, com os ditos Arcontes alados, que seriam os seres da mais alta hierarquia dos Reptilianos, é enorme!

09 – O Predador – 1987

Título original: Predator

Diretor: John McTiernan

Atores: Arnold Schwarzenegger, Carl Weathers, Elpidia Carrilo, Jesse Ventura

Predator_Movies_Predator_435123

Arnoldinho encontra-se no auge da sua carreira aqui, colecionando papéis de ação junto com o também brutamontes Sylvester Stallone, dessa vez com diálogos mais longos e deixando bem evidente seu problema de dicção, com um sotaque austríaco bem carregado no seu inglês ainda estranho… Mas fluente, sem dúvida!

Ainda nas experimentações da década de 80, que foi bem prolífica nas criações cinematográficas originais, que tal misturar o gênero “Ação” com “Ficção Científica”?  Isso que eles fizeram nessa produção despretensiosa, onde uma série de mortes começam a acontecer misteriosamente no pelotão destacado para resgatar reféns presos por traficantes em uma selva na América Central.  O que eles não contavam era se deparar com uma criatura que consegue se manter praticamente invisível no meio das árvores, fazendo uso de uma camuflagem eletrônica, além de contar com armas automáticas de laser e mira de altíssima precisão e tecnologia.

Nesse embate entre homem e alienígena com tecnologias avançadíssimas, vence aquele que for mais perspicaz em suas observações e conseguir entender quais são as fraquezas um do outro.  Ao final é revelado um alienígena horrendo que adora caçar seres humanos por esporte, e guarda seus crânios como troféus de seus maiores desafios.

Fantasioso?  Pode ser.  Mas serve para nos mostrar que também somos imagem e semelhança de nossos colonizadores “Deuses”!  Pode não ter uma referência clara aos reptilianos ou aos anunnaki, mas chama a atenção para esse detalhe.

10 – Eles Vivem! – 1988

Título original: They Live!

Diretor: John Carpenter

Atores: Roddy Piper, Keith David, Meg Foster

Eles Vivem_0

E eis que antes do fenômeno revelatório “The Matrix” houve…  “Eles Vivem!”

Não, confesso que nunca tinha visto esse filme também!  Até que um certo jornalista chamado David Icke, que tem dedicado sua vida a revelar e disseminar toda a verdade oculta por trás da dominação reptiliana e do governo oculto, que quer a todo custo instituir a “Nova Ordem Mundial”, promovendo a centralização de todo o poder político e econômico nas mãos de governantes que nem sequer foram eleitos, indicou esse filme como sendo uma “História Premonitória”.  E não é que ele tinha razão?!

Trata-se de mais um daqueles chamados “Filmes B”, de baixo orçamento, que provavelmente, se chegou a ser exibido no Brasil, foi no mínimo em uma sessão de tarde da noite, em algum canal obscuro da TV brasileira!  John Carpenter se especializou nesse tipo de produção independente, onde o criador pode ter mais liberdade criativa do que os filmes produzidos pelos grandes estúdios de hollywood.  E nesse filme, ele foi verdadeiramente profético!

Conta a história de um andarilho desempregado que chega a uma fictícia cidade do interior dos Estados Unidos, onde a recessão econômica toma conta do cenário caótico (Familiar?), o desemprego está galopante e muitos vivem nas ruas, despejados de suas casas.  Nesse cenário quase apocalíptico, esse andarilho começa a presenciar fatos estranhos, como a TV que ocasionalmente fica fora do ar e ao fundo se ouve uma transmissão ilegal de um senhor profético que alega que o mundo está dominado por seres extraterrestres, e que toda a sociedade encontra-se manipulada e escravizada por esses seres.

Como se isso não fosse o bastante, ele entra em uma igreja de onde se pode ouvir a pregação de um pastor que ele logo descobre ser uma gravação feita em um gravador de rolo.  Mas dentro dessa igreja ele descobre uma caixa cheia de óculos de sol.  Ele então resolve pegar para si alguns desses óculos, e quando começa a usá-los percebe que a visão muda completamente conforme ele coloca os óculos nos seus olhos.  E o que ele vê começa a intrigá-lo!

No lugar dos “outdoors” de propaganda e das telas de TV, ele vê palavras como “Compre”, “Obedeça”, “Não questione”, “Trabalhe”, “Não pense”.  Além disso, ele começa a ver que, além de ver tudo em preto e branco, o rosto de algumas pessoas, principalmente aquelas de maior poder aquisitivo e mais alta classe social, aparecem disformes, como crânios descarnados, indicando que se tratavam de criaturas não humanas.  Não demora muito para descobrir que muitos humanos são escravos fiéis dessas criaturas, como também muitos simplesmente não querem saber da verdade porque não querem comprometer suas vidas com essas “Verdades Inconvenientes”.

Qualquer semelhança com a realidade que vivemos não é mera semelhança!  Na época os únicos meios de comunicação manipulativos eram a TV e o rádio, fora os cartazes e outdoors.  Imagina hoje que temos Internet, computadores e celulares?!

Muito profético…  Só faltou mesmo colocar os seres alienígenas com cara de lagarto!

11 – O Clube da Luta – 1999

Título original: Fight Club

Diretor: David Fincher

Atores: Brad Pitt, Edward Norton, Helena Bonham Carter, Jared Leto

http-i.huffpost.comgen2460392imagesn-121648294-628x314

Saindo agora um pouco da temática dos Extraterrestres, esse filme que segue uma linha de drama com ação, uma mistura um tanto quanto curiosa mas interessante, se mostra mais um daqueles filmes na linha do “Enfrente o Sistema”.

Seguindo a história, temos um homem comum e entediado com seu trabalho, vivido por Edward Norton.  Ele trabalha em uma companhia de seguros e sofre de insônia.  Depois de ir a um consultório médico para poder saber a fonte de seu problema, o médico se recusa a lhe prescrever um medicamento (Curioso, não?!  Só em filme mesmo) e lhe aconselha a freqüentar grupos de auto-ajuda para entrar em contato com pessoas que têm “sofrimentos reais”.  Logo ele se torna viciado em se fazer de vítima e freqüentar esses grupos.  Mas essa sua nova rotina se torna perturbada por uma outra farsante que também é viciada em se fazer de vítima nesses grupos de auto-ajuda.

Após uma viagem de negócios em que ele conhece um certo Tyler Durden, um vendedor de sabão que ele conhece no vôo para casa, ele encontra seu apartamento completamente destruído por uma explosão.  Depois de um encontro dos dois num bar, onde os dois tem uma conversa sobre consumismo desenfreado, o narrador resolve ir morar no apartamento de Tyler.  Mas ao chegar do lado de fora do bar, Tyler pede ao narrador que lhe dê um soco.  À partir daí os dois se envolvem em um embate físico, que passa a se repetir várias vezes, chamando a atenção de outros homens que resolvem participar desses embates.  Regras são criadas para esses embates, onde se vê muito sangue jorrando.

clube-da-luta-1-l

Bom, não pretendo estragar a surpresa do filme para aqueles que ainda não assistiram, mas vou só adiantar que a história culmina com a derrubada da torre onde se encontram várias empresas de administração de cartões de crédito, com o intuito de “apagar dívidas”, de acordo com um projeto chamado “Mayhem”.  Mas essa não é a grande surpresa do filme!

No final das contas, o que se vê é um personagem que “Desperta” para a verdade da vida, de uma forma extremamente violenta.  Um verdadeiro grito contra a escravidão financeira proporcionada pelo sistema!

12 – A.I. – Inteligência Artificial – 2001

Título original: A.I.

Diretor: Steven Spielberg

Atores: Haley Joel Osment, Jude Law, Frances O’Connor, William Hurt

A-I-INTELIGENCIA-ARTIFICIAL-03

Muito embora este seja um filme com a assinatura inconfundível de Steven Spielberg, este é um projeto originalmente concebido por Stanley Kubrick que ficou inacabado em face de seu falecimento.  Foi Steven que resolveu assumir a produção do projeto, mantendo a premissa original, mas dando seu toque apaixonado à história.

Nessa ficção científica futurista pós-apocalíptica, depois de uma inundação proporcionada pela elevação dos mares, vemos a história de um casal que se encontra em uma situação complicada, do filho que se encontra em estado vegetativo, à beira da morte, com o suporte de aparelhos, sem perspectiva de recuperação.  Nessa situação, eles resolvem acatar o experimento de uma empresa especializada na construção de andróides que resolve desenvolver uma criança protótipo, com a capacidade de amá-los por toda a eternidade.  Após a resistência inicial da mulher em aceitar essa criança andróide, ela resolve acatar o experimento e efetua a ativação do garoto.  No entanto, não muito tempo depois, o filho biológico do casal se recupera e volta para casa.  Na esperança de que os dois convivam pacificamente, o casal vai mantendo o menino em casa, mas um episódio onde o garoto andróide, por defesa própria, quase afoga o filho biológico do casal, eles resolvem se livrar do garoto andróide por considerá-lo uma ameaça ao filho.

Em uma sociedade que ainda não aceita os andróides como seres com quem possam conviver, o que se vê é uma sociedade selvagem e bárbara, que insiste em ver esses andróides como ameaça a sua própria existência, em contraposição aos andróides cada vez mais humanizados e que acabam lutando por sua própria sobrevivência.  Uma história que nos leva a questionar o real motivo de humanizarmos as máquinas, se no meio tempo não conseguimos conviver com o que é diferente, encarando essas diferenças como ameaças.  No final das contas, é preciso uma inteligência superior mais desenvolvida para poder proporcionar o Amor que o garoto andróide tanto busca ao longo de sua jornada.

E isso considerando andróides humanizados!  O que dizer de culturas extraterrestres provenientes de outras galáxias?  Até quando iremos encarar a diferença, mesmo entre nós, seres humanos, como ameaças?

Um filme para fazer pensar.

 

A Verdade nos Filmes – Parte 1

A Verdade nos Filmes – Parte 3

A Verdade nos Filmes – Final

Blade Runner 2049 – A Verdade nos Filmes

4 respostas para “A Verdade nos Filmes – Parte 2”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Home - Energetic Synthesis

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

Wake Up World

It's Time to Rise and Shine

How To Exit The Matrix

We are identifying the composition of the matrix and dissolving it!

The Jeshua Channelings

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

Jennifer Crokaert Ph.D.

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

BLOG RSS

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

Welcome to Brenda's Blog

Helping others access and implement new creative skills.

Mónica Esgueva

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

Nudez & Masturbação

Quebrando paradigmas, este site visa fazer luz sobre esses dois temas tão polêmicos, mas que constituem o grande segredo da longevidade, saúde e vida plena.

Caroline Oceana Ryan

Just another WordPress.com site

Nude and Happy

A Unique Art of Living

Frequency Writer

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

The Creator Writings

transcribed by Jennifer Farley, ThetaHealing Instructor/Practitioner

Zorra of Hollow Earth

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

Gavetas da Alma

Sobre as pequenas coisas e momentos que guardamos em nós.

Mensagens dos Anjos, os Sinais da Nova Era

O significado dos números repetidos 1111, 222, 333, 1515, 2323 e outras sequências de números

Despertando

Sobre espiritualidade, minhas experiências e estudos.

Confident Lovers

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

%d blogueiros gostam disto: