A Verdadeira Causa da Depressão

Fala-se tanto em depressão, e do quanto isso está se espalhando.  Mas ninguém é capaz de realmente perceber a principal origem desse problema.

Vivemos em um mundo que tenta cada vez mais “desumanizar” tudo, pura e simplesmente porque, de acordo com a mente racional que tenta incessantemente compreender as emoções humanas, acredita que tudo pode ser convertido em zeros e uns!  Ou seja, vivemos em um mundo robotizado, que tenta converter aquilo que só pode ser sentido, em algo robotizado e automático.

Ainda hoje vi dois vídeos no Youtube que me perturbaram profundamente: um mostrava o quanto o cinema tenta transformar expressões humanas em imagens robotizadas, em animações que de fato conseguem cada vez mais reproduzir o mundo com realismo absurdo.  Mas o que eles não conseguem entender é que as emoções humanas não podem ser reproduzidas só por imagens, mas sentidas com o coração, e isso não tem como ser reproduzido por um computador.

Mentes totalmente racionais nunca conseguirão compreender plenamente aquilo que só pode ser sentido.  As emoções humanas constituem nossa principal e mais valiosa característica, aquilo que faz inveja a muitos Seres desse Universo inteiro.  Nosso corpo emocional é o que nos torna únicos.

E isso pode ser percebido principalmente no mundo da música!  Hoje vivemos em um mundo onde as músicas se tornaram igualmente robotizadas, algo sem emoção e sem sentimento, tudo milimetricamente calculado por computadores, em “beats” precisos e contínuos, com os tons sendo automaticamente corrigidos por software de computador.  No vídeo mostrava bem o quanto as músicas de antigamente tinham mais alma, porque contavam com algo que as músicas de hoje nunca conseguirão ter: a dita “Imperfeição Humana”, que embora seja classificada como imperfeição, nada mais é do que a resposta emocional de um Ser Humano.

Música computadorizada, embora seja classificada como música eletrônica, é algo totalmente ausente de emoções.  Não é que a música eletrônica em si não possa ser algo construído emocionalmente, mas se não houver um humano usando a força de suas emoções “Sentindo” aquela harmonia, aquela melodia, torna-se algo mecânico e perturbador.

E música, nada mais é do que uma tradução da emoção humana.  Música sempre foi algo emocional.  Uma expressão de nossa essência maior, que é nosso Amor Incondicional, proveniente de nosso corpo emocional.  O que se faz hoje em dia, definitivamente não é música!

Mas voltando a questão da depressão.  O que realmente causa essa doença é exatamente a ausência de Amor.  Ausência de Amor por si próprio, já que todos estão monstruosamente condicionados a buscar isso externamente, mas ninguém hoje em dia sabe o que é Amar de verdade, o que leva a segunda condição da grande causa da doença: ausência de Amor como um todo.

Não existe mais Amor mesmo nos ambientes familiares, onde todos estão tão dedicados a lutarem por sobrevivência, pelo dinheiro que pague por todo o luxo, o conforto, o status, o estilo de vida que gostam tanto de ostentar, que precisa ser incansavelmente mostrados nas Redes Sociais, e se esquecem totalmente de olhar nos olhos uns dos outros dentro de casa.  É num ambiente desses que a depressão se desenvolve.  Como Robin Williams disse antes de desistir de viver: “Pior do que morrer na solidão, é morrer no meio de muitas pessoas que te fazem se sentir desse jeito.”

Mas não é dizer que em um ambiente mais humilde não possa haver alguém que desenvolva depressão!  Basta que nesse ambiente não haja Amor, não haja carinho, não haja respeito um pelo outro, não haja admiração, não haja reconhecimento.  Não é à toa que acabamos buscando isso em ambientes externos, seja no nosso ambiente de trabalho, ou em bares e boates, sempre existirá algum outro lugar que nos proporcione algum conforto e carinho.

Seja até mesmo na fuga para as drogas, o álcool, a comida, o sexo (Sem Amor).

Vivemos em um mundo triste demais.  Mas fomos nós mesmos que construímos esse mundo do jeito que é.  Não podemos mais ficar responsabilizando outros pelos sofrimentos que nós mesmos nos infligimos nesse ambiente ausente de Amor.

A mais de dois mil anos atrás, alguém chamado Jesus Cristo morria na cruz defendendo uma única lei: “Amai ao próximo, da mesma forma que amas incondicionalmente a si mesmo!”  Mas, o que precisa ser esclarecido, é que ele não salvou ninguém nesse processo.

Sei que muitos vão estar pulando da cadeira ao ler isso, mas a verdade é que Jesus Cristo foi crucificado, como no geral era prática comum do Império Romano daquela época, como uma forma de enviar uma mensagem muito clara: “Que fique claro que quem se atrever a desobedecer o Império Romano seguindo as leis pregadas por este homem, terá o mesmo destino que Ele!”

E eu pergunto a vocês: Quantos ao longo desse tempo seguiu o exemplo do Cristo?  Onde está o Amor Incondicional que Ele tanto pregou para todos?  Não valem as regras do “Império” até hoje?  O que acontece com quem desobedece as leis do “Império”?  Não são presas, em prisões imundas, sendo tratados como Seres desprezíveis?  Em alguns lugares, são até mesmo executados a morte!

Onde está o Amor?  De fato, quem se atreve a seguir as leis de Amor Incondicional ensinadas por Jesus Cristo, até hoje são “Crucificados”, mas de formas diferentes.  Ao menos serão excluídos do convívio em sociedade, de alguma forma.

Acham mesmo que uma sociedade tecnológica irá resolver todos os problemas?  Acham que os computadores e “Smartphones” irão promover a fraternidade, igualdade e liberdade?

Computadores nunca substituirão a Humanidade, nunca conseguirão reproduzir nossas emoções de forma verdadeira e sincera.  Ninguém consegue Ser aquilo que não possui em si, em primeiro lugar!

Larguem seus celulares e computadores, esqueçam-se de televisão!  Busquem a si mesmo e a seus semelhantes!

Só assim conseguiremos nos curar definitivamente de todo o “Mal” que nos acomete, em todos os sentidos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Home - Energetic Synthesis

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

Wake Up World

It's Time to Rise and Shine

How To Exit The Matrix

We are identifying the composition of the matrix and dissolving it!

The Jeshua Channelings

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

Jennifer Crokaert Ph.D.

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

BLOG RSS

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

Welcome to Brenda's Blog

Helping others access and implement new creative skills.

Mónica Esgueva

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

Nudez & Masturbação

Quebrando paradigmas, este site visa fazer luz sobre esses dois temas tão polêmicos, mas que constituem o grande segredo da longevidade, saúde e vida plena.

Caroline Oceana Ryan

Just another WordPress.com site

Nude and Happy

A Unique Art of Living

Frequency Writer

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

The Creator Writings

transcribed by Jennifer Farley, ThetaHealing Instructor/Practitioner

Zorra of Hollow Earth

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

Gavetas da Alma

Sobre as pequenas coisas e momentos que guardamos em nós.

Mensagens dos Anjos, os Sinais da Nova Era

O significado dos números repetidos 1111, 222, 333, 1515, 2323 e outras sequências de números

Despertando

Sobre espiritualidade, minhas experiências e estudos.

Confident Lovers

Todas as últimas informações sobre Ascensão, além de mensagens canalizadas e outros textos relevantes.

%d blogueiros gostam disto: